As principais diferenças entre seguro e proteção veicular

As principais diferenças entre seguro e proteção veicular

O Brasil possuía, até 2018, 54 milhões de automóveis, segundo o Ministério da Infraestrutura. Apesar dessa enorme frota, que hoje está bem maior, apenas 30% do total conta com algum tipo de seguro, segundo a Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais.

Manter o veículo protegido é muito importante e isso pode ocorrer de duas maneiras: por meio de seguros, oferecidos por seguradoras, ou por meio de proteção veicular, por meio de associações. Cada modalidade tem características distintas, mas ambas são maneiras de não ter problemas futuros com o veículo.


Vamos conhecer as diferenças entre as duas maneiras de proteger o seu carro e, assim, ajudar você a optar pela que atender melhor às suas preferências e necessidades. Caso precise de alguma orientação jurídica a respeito, bastaacessar nosso sitee entrar em contato.

Seguro

O seguro é um serviço oferecido por seguradoras, que normalmente são comercializadas por corretoras autorizadas a fornecê-lo. Elas são empresas privadas que visam, portanto, o lucro. Elas assumem o risco dos seus contratantes e fornecem serviços como guincho, proteção contra roubo e furto, etc.


O funcionamento e a operação das seguradoras são regulamentados pela SUSEP (Superintendência de Seguros Privados). Sua contratação se dá a partir da assinatura de uma apólice, que determina quais são todos os direitos e deveres do segurado e da seguradora.

As normas da apólice são fixas e não podem ser alteradas sem que a SUSEP autorize e aprove as mudanças propostas.

Outra questão importante é que não existem limites de sinistros, ou seja, o seguro pode ser acionado quantas vezes for necessário, em caso de acionamento da cobertura de perda parcial. Normalmente isso acarreta a perda de bonificação, parâmetro este utilizado para garantir o preço final do seguro. Isso é importante, pois os acidentes e danos podem acontecer várias vezes, de maneira imprevisível, gerando um possível aumento do valor do próximo seguro.

Proteção Veicular

Ao contrário do seguro, quem fornece a proteção veicular são associações que não possuem fins lucrativos. Ou seja, elas não são empresas que fornecem um serviço em troca de lucro e sim associações que buscam os menores custos para os associados.

De modo geral, a proteção veicular funciona por meio de um rateio mensal das despesas dos sócios, visando distribuir os prejuízos entre o grupo. Enquanto na seguradora a empresa se torna responsável pelo risco dos veículos, na proteção veicular esse risco é dividido entre os membros do grupo.

As associações de proteção veicular, como toda outra associação tem sua regulamentação na Constituição Federal, Código Civil em seus artigos 53 à 61, no Enunciado nº 185 da III Jornada de Direito Civil do Conselho da Justiça Federal e principalmente no decreto lei nº 2.063 de 1940, além é claro de diversos julgados positivamente nas diversas esferas administrativas e judiciais.


Ambos oferecem os mesmos serviços?


Por serem destinados ao mesmo fim, o seguro e a proteção veicular costumam oferecer os mesmos serviços para os seus contratantes ou associados. Isso envolve proteção para roubo ou furto, acidentes, guincho, chaveiro, entre outras conveniências, a depender da empresa ou associação.


Entretanto, podem existir diferenças entre os adicionais que cada um oferece. Por isso, é importante conversar com o consultor de cada um e entender bem quais são os benefícios antes de fechar o negócio.


Descontos por não ocorrências de sinistros, por exemplo, é um benefício que somente seguradoras costumam oferecer. Outra variante que costuma ocorrer é o prazo oficial de pagamento para perda total, por exemplo, sendo 30 dias após a entrega dos documentos na seguradora e 90 dias após a entrega dos documentos na associação. Entretanto, na prática, esse pagamento costuma ser muito mais rápido e prático no caso das associações.

O valor das duas modalidades varia de acordo com os serviços oferecidos, mas no caso dos seguros ele também varia em relação ao perfil do motorista, ano do carro e outras características. Além disso, as seguradoras dificilmente aceitam cobrir veículos muito antigos, recuperados e para proprietários negativados no mercado, ao contrário das associações de proteção veicular, que inclusive pode ter esse perfil para o público que visa atingir.

Qual a diferença no pagamento?

De modo geral, as seguradoras cobram um valor fixo pelo seguro do veículo. Entretanto, esse custo pode ser pago à vista ou de maneira parcelada. O risco só entra em vigor após o veículo ser devidamente vistoriado.

Já as associações de proteção veicular possuem um valor variável. Ele envolve as taxas administrativas (para que o grupo funcione) e o rateio dos gastos no mês anterior. O valor depende dos serviços que foram usados ou não pelos associados, sendo muitas vezes mais baratos do que as seguradoras.


Enquanto o seguro é contratado por meio de uma apólice, a proteção veicular possui um contrato onde cada associado se compromete a dividir as despesas dos demais membros a cada mês.

Um ponto que também precisa ser avaliado é o cancelamento. De modo geral, os seguros permitem que o contrato seja cancelado a qualquer momento. Já as associações de proteção veicular costumam ter um período de 180 dias antes de ser possível o cancelamento, mas isso vai variar de cada associação, então uma dica é, leia o regulamento.

Como escolher?

Optando tanto por seguro quanto por proteção veicular, algumas dicas podem ajudar na hora de escolher entre as inúmeras opções no mercado. A primeira delas é procurar por adicionais úteis, como guincho 24 horas, chaveiro e outros detalhes. Se você está em dúvida entre duas seguradoras ou associações, esse pode ser um bom critério de desempate.


Vale a pena procurar na internet a reputação da seguradora e das associações ou conversar com os associados da associação. Isso poderá trazer informações sobre a qualidade dos serviços prestados por ambas e embasar melhor a sua decisão.


A pesquisa é o que vai garantir a melhor escolha. Então, gaste uma boa parte do tempo procurando referências, estudando os contratos ou apólices, conversando com representantes, tudo para sanar todas as suas dúvidas e não ter surpresas desagradáveis quando precisar dos serviços.

Nós podemos te ajudar

Você já pensou em abrir uma associação de proteção veicular? Tem interesse em entender melhor como funciona uma? Entre em contato conosco pelonosso site!


Nossa equipe de advogados possui expertise e competência para prestar serviços de excelência e atender às suas demandas com rapidez. Nossa equipe está sempre em treinamento para atendê-lo da melhor forma, trazendo eficiência e conhecimento técnico para o nosso relacionamento com o cliente.

EQUIPE GUIMARÃES & ROSSI

Deixe um comentário